Menopausa

Curta e compartilhe:

Como no período da puberdade, a mulher, na menopausa, se depara com antigos conflitos que emergem, se atualizam e são revividos, mas em uma nova forma.

Dentro desta dinâmica estão envolvidas, além das questões fisiológicas, as questões socioculturais e principalmente as psicológicas.

É um momento vital, que impõe demandas de tal ordem, que se forem ignoradas podem culminar em sintomas depressivos.

Vivemos em uma sociedade onde a beleza e a juventude são valorizadas como modelo de saúde. O desequilíbrio hormonal da menopausa caminha na maioria das vezes lado a lado com as questões relacionadas à estética do corpo e consequentemente com a feminilidade.

Neste sentido, as condições físico-psíquicas da menopausa tornam-se fragilizadas ainda mais pela estranheza que a mulher de meia-idade sente com relação a sua imagem corporal. Os sintomas deste período são característicos do processo de envelhecimento normal. No entanto, muitas vezes as queixas ouvidas nas consultas ginecológicas são transformadas em uma doença, cujo tratamento se dá à base de hormônios e antidepressivos.

Questões Para Uma Nova Idade é um trabalho psicoterapêutico que tem como finalidade desenvolver na mulher a habilidade de refletir as questões implicadas no período da menopausa.

A partir das experiências compartilhadas, busca-se outra forma de lidar com os atravessamentos emocionais comuns a este momento, de maneira que possibilite mudanças no comportamento e nas atitudes como uma nova proposta de vida.

A mudança se dá no sentido de criar um novo ciclo de aprendizagem interpessoal.

É um espaço de escuta, onde a mulher poderá discutir, refletir e elaborar suas angústias e vivências de ordem pessoal. O trabalho busca possibilitar a compreensão do funcionamento psíquico da mulher, seu modo de se relacionar, sua história pessoal e os acontecimentos atuais em sua vida.

O objetivo é contribuir para que a vivência da meia-idade se torne um momento de vida mais criativo, ajudando na compreensão dos sentimentos relativos ao momento.

Consciente de si, a mulher passa a compreender que o evento da menopausa implica questões que vão além da sensação física do calor excessivo e que existem maneiras diferenciadas e criativas de se lidar com esse momento da vida.

Ciente de que pode receber uma escuta adequada num espaço que acolhe, respeita e compreende suas singularidades, as mulheres poderão se expressar melhor. 

 

Com isso, poderá buscar uma compreensão plena da significação deste momento como oportunidade de crescimento e de reavaliação, desenvolvendo a percepção de que opções passadas, atuais e futuras podem ser reconsideradas sob o prisma de novas necessidades e possibilidades.